Marisa se une ao SEBRAE para capacitar micro e pequenas empresas


Com o objetivo de desenvolver micro e pequenas empresas de sua cadeia de valor, a Marisa, maior rede de moda feminina e lingerie do Brasil, se uniu ao SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, para subsidiar em 90% o custo do programa de capacitação que terá duração de 18 meses. A ideia é dar mais instrumentos a pequenos negócios visando a ampliação de suas empresas e ganhos de competitividade. Para esse programa de aceleração, 50 empresas serão selecionadas e será dada prioridade a mulheres empreendedoras. Nesta fase, serão contemplados empresários do Ceará, Pernambuco e Santa Catarina.

O programa nasceu para profissionalizar e capacitar ainda mais mulheres na cadeia produtiva da moda, que hoje, segundo o Relatório de Mulheres na Confecção, é uma das mais fortes da economia nacional. O Brasil possui a quinta maior indústria têxtil do mundo, que, somada ao setor de confecção, responde por 16,7% dos empregos de transformação no país. A Marisa, que preza pela ética e respeito, deu início em 2010 a um Programa de Auditoria de Fornecedores, para a realização constante de auditorias em toda a sua cadeia de fornecimento, envolvendo fornecedores e subcontratados, dentro de seu protocolo de Responsabilidade Social. Agora, o projeto ganha ainda mais corpo ao lado do SEBRAE, uma maneira de desenvolver cada vez mais as pequenas empresas do setor.

Esta cadeia utiliza fortemente a mão de obra de mulheres, que participam de todas as etapas do processo de produção. Ao observar o cenário atual do varejo, seis pontos principais serão desenvolvidos durante o programa: competitividade, que será fortalecida em estratégias de todas áreas, como nos pilares de finanças, clientes, conhecimento, pessoas e resultados; produtividade, com foco na melhoria do desempenho de produção e aprimoramento dos processos produtivos e garantia da qualidade; lucratividade, contribuindo para o desenvolvimento da economia local; inovação, para a diferenciação das micro e pequenas empresas; ampliação de mercado, por meio do acesso a novas cadeias de valor, diversificando a carteira de clientes; e, por fim, desenvolvimento sustentável, diante dos aspectos econômico, social e ambiental.

Foto: Evento interno de lançamento em Santa Catarina.

A partir de seu Programa de Relacionamento com Fornecedores, a Marisa selecionou empresas com que já trabalha e que terão oportunidades de melhorar sua gestão em seus mais diversos níveis, seja na comunicação da proposta e imagem da marca para o consumidor. Destinado especialmente às mulheres participantes, o cronograma inclui assuntos referentes ao empoderamento feminino dentro do cronograma de aulas.

Por meio de consultorias, cursos, oficinas, eventos, rodas de conversa, diagnósticos, comunidades práticas, palestras e conteúdos, os empreendedores terão acesso também a análises individuais de seus negócios, de forma a receber as melhores soluções aplicadas às suas dificuldades na prática. Além disso, aprenderão sobre coleta e registros de dados, processo produtivo, gente, equipe, engajamento, qualidade e melhoria contínua, pensamento sustentável, gestão financeira e, ainda, empoderamento e propósito. Nas atividades, estão incluídos também coachings de liderança, missão executiva, seminários, materiais de comunicação e bate-papo com a diretoria da Marisa. Por conta do subsídio quase integral, o custo individual para os micro e pequenos empresários selecionados será de R$ 1.600,00.

Com foco na profissionalização do gerenciamento das empresas do programa de encadeamento, pretende-se aperfeiçoar o relacionamento entre fornecedores-âncora e os empreendedores menores, com vistas ao fortalecimento de toda a cadeia, Mariana Fernandez, gerente divisional de Global Sourcing da Marisa comenta a decisão da Companhia de mergulhar em um projeto como este. “Essa parceria com SEBRAE para capacitação de fornecedores da cadeia é um projeto que está dentro da estratégia de sustentabilidade dentro do pilar de compras responsáveis, uma ação interna que garante que tenhamos fornecedores que não só cumpram a legislação vigente, mas que também tenham cada vez mais incorporação de boas práticas nas suas produções e cresçam economicamente gerando mais empregos. Para nós, é muito importante oferecer uma base sólida para esses profissionais e os puxar para perto de nós e do nosso negócio”.

Esta ação afirmativa de Marisa em parceria com SEBRAE reforça o compromisso da Companhia com seu pilar de sustentabilidade e seu avanço com os ODS (Objetivo do Desenvolvimento Sustentável, definidos junto à ONU). O programa de capacitação evolui dois dos grandes objetivos de desenvolvimento, o de Igualdade de Gênero e o de Emprego Digno e Crescimento Econômico.

Coordenadora de Moda do Sebrae Nacional, Anny Tonet afirma que o foco no empreendedorismo feminino é um tema inédito nos projetos de encadeamento produtivo que a instituição apoia, o que faz da parceria com a Marisa um projeto ímpar com olhar de futuro, de inovação e de inclusão. Ela lembra que o segmento da moda concentra mão de obra numerosa, grande parte de mulheres, mas com baixa profissionalização e baixo poder de renda. “Entendemos o papel propulsor da mulher dentro do nosso segmento. Então, temos muita clareza de que, com uma proposta de empoderamento efetivo, é possível termos políticas melhores, não só de gestão e de governança, mas também políticas mais sustentáveis, mais justas, mais inclusivas para toda uma cadeia produtiva. Junto com nossa grade pedagógica vem a melhora de lucratividade, de eficiência, de produtividade, a inovação e a sustentabilidade para os pequenos negócios, mas também uma mudança cultural e comportamental”, afirma Anny.

O Programa Nacional de Encadeamento Produtivo é uma iniciativa ampla e vencedora do Sebrae de parcerização com médias e grandes empresas para desenvolver e qualificar os pequenos negócios de seu ecossistema, podendo atuar desde a cadeia de fornecimento até a cadeia de distribuição. O Programa faz parte da estratégia Sebrae para grandes empresas chamada Conexões Corporativas.

Dados de 2018 a 2021 mostram resultados significativos da iniciativa. Na média, as empresas participantes registraram aumento de 55% no índice de competitividade, 23% em produtividade e 12,6% na pontualidade da entrega, ao mesmo tempo houve redução de 11% no tempo de produção dos lotes e queda de 42% nas peças reprovadas pela empresa âncora.

Sobre a Marisa

A Marisa é a maior rede de moda feminina e lingerie do Brasil. Com mais de 70 anos, a varejista está presente em todas as regiões do país com 344 lojas. Um dos marcos da Marisa é o icônico slogan “De Mulher para Mulher”, criado nos anos 80, e que até hoje se mantém atual e conectado com o propósito da Companhia, que é fortalecer a autoestima da mulher. Pioneira do setor no e-commerce, a marca oferece moda de qualidade em sua loja virtual há mais de duas décadas e, nos últimos anos, tem focado esforços em se consolidar como a plataforma da mulher. Para isso, a Marisa desenvolveu soluções multicanais a fim de facilitar a vida das consumidoras, como a Sacola de Vantagens e o Clique e Retire. Já em 2021 inaugurou duas Dark Stores, lançou um marketplace voltado ao público feminino, o Mbank, divisão de produtos e serviços financeiros e repaginou o programa Sou Sócia, iniciativa de apoio ao empreendedorismo feminino. Por fim, apresentou ao público o Universo M, hub de conteúdo com dicas exclusivas sobre moda, beleza, saúde, bem-estar, finanças e causas importantes dentro do universo Marisa.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Brasil lança Guia Internacional de Tendência de Cores se destacando como referência mundial no setor de plásticos transformados no World Plastic Connection Summit 2022 Segunda edição do evento realiza

blog moda e gestão.png

Relacionamentos. Ações. Resultados.